Receba NotíciasHome
 

Informações Gerais e Práticas - Jalapão

Introdução

A dificuldade de acesso foi a grande responsável pela preservação deste santuário onde de veredas virgens aflora água cristalina e abundante formando inúmeros rios, em meio a uma paisagem árida e bela. Estas condições proporcionam vida a uma diversidade incrível de animais e plantas totalmente adaptada a esta região do cerrado. Outrora o Jalapão era desafiado apenas por caravanas de tropeiros que atravessavam em viagens épicas este sertão bravio na direção do Vale do rio Tocantins. Hoje ainda mantém muitas de suas características originais e promete, graças a diversas Unidades de Conservação e ao Turismo Sustentável, se consolidar como a maior área de preservação contínua da savana Brasileira. Chamado de Deserto do Jalapão é na realidade um grande Oásis, pois, apesar do solo arenoso, esta região serrana possui nascentes e belas cachoeiras, além de uma grande diversidade de Flora e Fauna do cerrado.
As atividades são variadas: Caminhadas, canoagem, praias selvagens, safári fotográfico, Pôr-do-sol no alto das Dunas, contemplar o brilho das estrelas ao redor de uma fogueira amiga. O início desta Viagem de encantos e descobertas é em Palmas, capital do Tocantins.

Há duas formas de conhecer o Jalapão: com hospedagem no exclusivo Safári Camp Korubo, em tendas muito confortáveis e pequenos grupos, e hospedando-se em hotéis em Ponte Alta e Mateiros.
Os atrativos são incríveis e vale uma visita, independente de onde você se hospeda.

Onde fica

No Leste do estado de Tocantins (região norte do Brasil) e no coração do Brasil, a 198km da capital Palmas.
Limita-se ao leste, com os Estados do Maranhão, Piauí e Bahia.

Como Chegar

Voando para Palmas, onde o transfer estará lhe aguardando para levá-lo até o hotel em Palmas e posteriormente ao Jalapão.

Aspectos Geográficos

A Região Leste do estado do Tocantins denominada “Jalapão” está situada entre os paralelos 9 º e 48 º de longitude Oeste, cujas belezas naturais apresentam-se de uma forma exuberante constituídas por chapadões e planaltos, serpenteados por inúmeros rios e ribeirões, possuindo acidentes geográficos tais como: Cachoeira do Jalapinha, Cachoeira do Prata, Cachoeira da Velha, Cachoeira do Sussuapara , as dunas e a pedra da Baliza, considerada o marco de divisa dos estados do Tocantins, Maranhão, Bahia e o Piauí.

A geologia da região é formada por rochas sedimentares datadas da era mesozóica no período cretáceo com aproximadamente 135 milhões de anos. Apresenta textura arenosa e coloração variada entre o branco e o róseo, este varia de acordo com a concentração de argila e óxido de ferro.

Quatro tipos de paisagem:

Platô: com chapadões e planaltos
Rebordos ou encostas: onde se localizam as nascentes dos rios e os processos de erosão, a partir dos ventos e das chuvas, que formam as Dunas do Jalapão.
Planícies: área de vegetação do cerrado aberta – mais sujeitas às queimadas.
Veredas: áreas úmidas, ao longo dos rios, aonde se encontram as palmeiras de buriti.
Chapada das Mangabeiras, serra da Jalapinha, Serra do Meio, Serra do espírito Santo e Serra Geral.

A geomorfologia é caracterizada por apresentar planaltos e chapadões aplainados, observando-se serras do tipo “mesa”e morros “testemunhos” com bordas uniformes. Nos taludes das serras ação erosiva pluvial e eólica é de forma destrutiva, esta desnudação contínua provocará alterações no modelado da região. Predominam na região os solos formados por areias quartzosas e litólicos, ambos distróficos e álicos.

Clima

O clima da região é sub-úmido (AW), com temperaturas máximas anuais entre 30°C e 32°C no período de agosto a novembro, devido em parte ao fim da seca, quando a fumaça das queimadas no cerrado contribui para o aumento da temperatura, e mínimas de 18º a 19ºC, nos meses de junho e julho. No ano, há duas estações bem definidas: a chuvosa, entre os meses de outubro e abril, e a seca, de maio a setembro.

Melhor Época

A melhor época para visitar o Jalapão é de maio a setembro, mas dependendo do ano, a viagem pode ser feita até o final de dezembro.

As informações climáticas aqui apresentadas, são baseadas em informes científicos do clima predominante nesta região. Declaramos que não nos responsabilizamos por eventos climáticos desfavoráveis que venham a afetar as atividades de nossos programas.

Fuso Horário

Horário oficial de Brasília, porém não possui horário de verão.

Documentação de viagem

 

Vacinas: consulte se há ou não obrigatoriedade de quaisquer vacinas nesta viagem.

 

O que levar

 

Dicas bem intencionadas

 

Topo da página